Aparados da Serra – Roteiro

Essa rota inicia em Terra de Areia ou Itati, próximo do litoral gaúcho, onde é possível se abastecer de abacaxi, banana e caldo de cana a preços módicos. Os pontos altos desse roteiro se concentram em algumas das estradas mais conhecidas do Brasil e também atinge os pontos mais altos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Cruza-se a Rota do Sol (ainda no RS), Serra da Rocinha (divisa do estado), Rio do Rastro e Corvo Branco (já em SC). O roteiro contempla subidas intermináveis em trechos de asfalto, partes de estrada de cascalho em meio as plantações de pinus dos Aparados da Serra e alucinantes descensos em estradas de chão pouco movimentadas. O visual de absolutamente toda a viagem é cheio de mata atlântica selvagem, pouquíssimo poluído, de cultura muito hospitaleira. É possível acampar em diversos trechos e todos os dias você vai encontrar algo para comer no caminho.

O inverno é de frio rigoroso, o verão de sol escaldante e a previsão do tempo é praticamente imprevisível por se tratar de um trecho alto numa encosta litorânea.

Para chegar no ponto de início, é possível pegar um ônibus em Porto Alegre ou pedalar os 150km de asfalto bom e sem inclinação. Ao finalizar a rota existe a cidade de Tubarão, no meio da BR-101, onde é possível pegar um transporte coletivo para Florianópolis ou Porto Alegre com facilidade.

AGUA DISPONIVEL: 4 estrelas
COMIDA: 4 estrelas
CAMPSITE: 3 estrelas
LOJAS DE BIKE: 3 estrelas

++MINIATURA DO MAPA++ link do komoot

https://www.komoot.com/tour/177817842

TEMPORADA: Outono ou Inverno
CULTURA: Maior concentração de vertentes de águas cristalinas do país, menores temperaturas do país, caminho histórico durante a Guerra dos Farrapos, fauna e flora singulares contando a floresta de Araucárias e o Leão-Baio (Puma), geograficamente formado a quase 200mi de anos na separação do antigo continente de Gondwana.
VALE A PENA CONHECER: Cânions em Cambará do Sul e o Parque Nacional dos Aparados da Serra, Mirante da Serra do Rio do Rastro, Mirante da Serra da Rocinha, Morro da Igreja em Urubici (1800msnm), Pedra Furada em Urubici, Estátua da Índia Aiurê.
PNEUS: 35mm ou maiores

Review Osprey Talon 22 – multiday pack

Recebemos em Outubro de 2016 um par de Osprey Talon 22, onde apresentamos as nossas primeiras impressões. Usamos essas multiday packs para o desenvolvimento do Manual Brasileiro de Bikepacking e para nortear a propagação da categoria aqui no Brasil. Depois do sucesso do projeto e um ano de uso contínuo, pesado, molhado e áspero, chegou a hora de fazer um review completo.

photo_2017-10-25_21-21-39

A Osprey é líder mundial no mercado de mochilas de aventura e desenvolve seus produtos desde 1974. Hoje no Brasil a marca é representada pela Bronet, importadora que também representa a Julbo, Merida, Tern e Jetboil.

Continue lendo “Review Osprey Talon 22 – multiday pack”

Bikepacking no Uruguay – Férias 2018 – Registros Fotográficos

Alôu!

Depois de um longo semestre na capital, planejamos uma ida para algumas praias do Uruguai. Escolhemos o país vizinho pela facilidade de acesso, terreno plano e variedade de locais para conhecer num percurso de 200km. Estava fora do planejamento pedalar horas a fio, fazer força e se preocupar com prazos e metas. Sondamos os amigos e fechamos a equipe: nós dois (João Vitor e Luis Felipe), Vini Elfo colega da Pedal, Jimmy do Donna Laura e Felipe Vicente do The Completers. O Felipe seguiu para Montevideo depois da pausa em Valizas.

Confira o checklist da viagem.

29/12/2017: Rodoviária – ônibus para o Chuy (9 horas de viagem)
30/12/2017: 50km – Chuy – Punta del Diablo (acampamento selvagem)
31/12/2017: 50km – Punta del Diablo – Barra de Valizas (camping del Picaflor)
5 dias consolidando as famigeradas férias e apreciando a cultura de rua em Valizas
05/01/2018: 60km – Valizas – Laguna Negra (acampamento selvagem)
06/01/2018: 40km – Laguna Negra – Chuy (10 horas de viagem de volta)

Seguem as fotos de uma semana de férias no litoral Uruguaio:


 

Continue lendo “Bikepacking no Uruguay – Férias 2018 – Registros Fotográficos”

Rotação Mantiqueira BikePacking #2 – Por Leo Ferreira

Continuando a aventura do Leo Ferreira pela Serra da Mantiqueira.

ROTAÇÃO MANTIQUEIRA BIKEPACKING – EDIÇÃO 02

ROTACAO-MANTIQUEIRA-02_01

Se passaram 2 meses desde a primeira edição do Rotação Mantiqueira, e nossa, a correria de SP já estava uma loucura. Eu precisava voltar para as montanhas, sentir aquela sensação de leveza de novo, ter aquele pleno contato com a natureza. Isso se tornou um vício nos últimos anos.

Continue lendo “Rotação Mantiqueira BikePacking #2 – Por Leo Ferreira”

BikePacking na Serra da Mantiqueira – Por Daniel Greg

Texto e fotos por Daniel Greg

Pratico MTB desde 2007 e desde então tinha a ideia de fazer cicloturismo, estava procurando algum tipo de viagem para fazer neste ano de 2017, coloquei como meta, pelos menos uma. A procura começou em sites e em conversas com amigos, até que surgiu a viagem CORPURSCHRISTI BIKEPACKING MANTIQUEIRA 2017, no site kalapalo, a proposta era pedalar cerca de200 km por estradas de terra e trilhas acampando selvagem ao longo do caminho. Uma aventura100% autossuficiente. De imediato me conquistou a ideia de ser autossuficiente, levar barraca,roupa, sistema de dormir e alimentação na bike e o mais importante, poder fazer trilhas fechadas, descidas técnicas ou pedalar por qualquer terreno. A partir de então, tive acesso ao blog bikehandling, onde contribui com a impressão do Zine, Manual Brasileiro de bikepacking e mantive contatos constantes com o Guilherme Cavallari da editora Kalapalo e fechamos a viagem.

bikepacking mantiqueira (9)

Continue lendo “BikePacking na Serra da Mantiqueira – Por Daniel Greg”

Serra do Espinhaço: Parque Nacional Sempre-Vivas – Por Arturo Vieira

Fazia um tempo que estava interessado em pedalar na região da Serra do Espinhaço. Em uma conversa com o Fabio Tux decidimos embarcar na roubada. Procuramos alguns relatos e encontramos poucas informações. No norte de Minas Gerais tem um parque nacional praticamente esquecido, é o Sempre Vivas. A ideia era sair pedalando de Diamantina em um circuito circular e incluir o parque no roteiro.

bikepacking sempre vivas serra do espinhaço foto arturo vieira (1)

Rotação Mantiqueira BikePacking – Por Leo Ferreira

“Voltando com os posts colaborativos de outras pessoas mostrando suas aventuras, desta vez, Leo Ferreira vai contar sua viagem em bikepacking pela Serra da Mantiqueira”

Serra da Mantiqueira… um lugar incrível, mágico e transformador. Destino certo para amantes de aventuras outdoor.

Montanhas a perder de vista divididas entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O ponto mais alto é chamado de Pedra da Mina, a 4º maior montanha do Brasil, com 2798 metros de altitude. Não dá para subir de bike, eu acho, ou talvez pessoas com alto nível em aventuras malucas conseguiriam. Mas essa pessoa não sou eu! Eu estou pedalando o ROTAÇÃO MANTIQUEIRA, meu objetivo é conhecer toda a Serra em uma única marcha e tentar descobrir o segredo de suas montanhas. Ou seja, isso não precisa ter um fim.

ROTACAO-MANTIQUEIRA-01_03

Continue lendo “Rotação Mantiqueira BikePacking – Por Leo Ferreira”

Link da Semana: Mountain Bike de aventura pelas montanhas na Arábia

Essa semana o vídeo é do US National Whitewater Center, um dos vídeos da série EXPLORE. Bikepacking pelas Montanhas Al-Hajar, em Omã. Três ciclistas em suas Mountain Bikes

O canal deles no Youtube, com os outros vídeos da série Explore, aqui.

Vídeo muito bonito, tanto nas paisagens das montanhas de pedras,  quanto na qualidade e captura das imagens. Tudo isso mesmo com os planos dos ciclistas indo por água abaixo ao longo dos dias da aventura. Single tracks, pedras e penhascos pela montanha, que mais parece pertencer a outro planeta. Mountain Bikes com bolsas bikepacking de guidão e quadro, além das mochilas da Osprey para carregar todos os equipamentos para acampar, comer e filmar. Em aventuras com MTB desse tipo é a configuração que mais me agrada.

E qual é a sua configuração preferida na bike para viajar autossuficiente?

Link da Semana: Bikepacking no Marrocos

Vou fazer um post semanal,  pelo menos nas próximas, de algum vídeo referência sobre bikepacking ou ciclismo de aventura pelo mundo. Espero que curtam!

Vídeo da viagem do pessoal da 8Bar Bikes, marca alemã de bicicletas, cruzando o Alto Altras, no Marrocos. Com suas all-road da 8Bar, três ciclistas saíram de Marraquexe (Marrocos) e deram uma volta de 840km com 12000m de altimetria, em 8 dias. Os três em bikepacking + alforges dianteiros, variando apenas o que carregava no guidão:   bolsa de guidão, bolsa bikepacking de guidão ou nada.

[vimeo 216977599 w=640 h=360]

Continue lendo “Link da Semana: Bikepacking no Marrocos”